segunda-feira, maio 29, 2006



A MINHA NAMORADA

Pedi a Vida em namoro e ela disse que SIM,

fiquei inchada, feliz, mais convicta de mim.

Com o tempo a passar em harmonia total,

pedi-a então para casar, e ela disse que NÃO!

Desanimada fiquei com aquela negação,

e no canto me enfiei para melhor reflecção.

Foi então que compreendi

que a Vida é Liberdade,

não se lhe pode pôr amarras,

seja qual fôr a nossa idade!

Teresa David-foto minha tirada em Amarante

6 comentários:

Alexandre de Sousa disse...

As coisas lindas que uma pessoa descobre.
Engraçado, acho que nunca tiove o prazer de receber a tua visita

por um fio disse...

Pois pode ser assim! E porque não de outra maneira? Mesmo ao nosso jeito!
Beijo

SPECTATOR disse...

verdade, verdade!
jinhos!

Conceição Paulino disse...

é assim amiga. Há quem nunca descubra. Bjs e :)

Unknown disse...

eu... eu...
depois de umas horas nostalgica a ler nostalgias dos outros..
gostei de vir e ver que da nostalgia se pode fazer sorrisos.
Sorri com vontade de namorar a minha vida outra vez. :))

../Mize

LUIS MILHANO (Lumife) disse...

Gostei deste quadro-realidade.

Beijos