sábado, abril 29, 2006



A SOLIDÃO

Nunca vivi só,

hoje vivo.

Sempre tive medo de ficar só,

hoje não tenho.

Sempre achei que precisamos dos outros

para nos completarmos,

hoje ainda acho.

Não preciso é de viver com ninguém!

Teresa David - quadro de Odilon Redon-Tentação

19 comentários:

por um fio disse...

«Liguei-me» a ti para não ficares tão só!
Um beijo
«Palavras ao Vento»

por um fio disse...

Mais correcto teria sido dizer «para não ficarmos tão sós»...

zecadanau disse...

OLha, aí vão dois.

Um @bração do
Zeca da Nau

LUIS MILHANO (Lumife) disse...

Olá Amiga

Arranjei hoje um tempo para te visitar e conhecer melhor o teu cantinho.
Gostei muito e ainda não dei a volta completa.
Reafirmo o gosto que tivémos em te conhecer e conviver o pouco que foi possível.
Voltarei.
Beijos meus e da Carmo.

Era uma vez um Girassol disse...

Nunca estamos sós, somos uma multidão...
de pensamentos
de quereres
dos amores que sentimos
das lutas que ganhámos ou perdemos
das vidas que vivemos...
Somos tantos num só!

Mais uma para para o rol...
Bjinho

SPECTATOR disse...

a solidão, essa criatura ora suave ora cruel!
jinhos!

Conceição Paulino disse...

confude-se muito "solidão" com "estar só". Não são confundíveis, são coisas diferentes k nem seque r se sobepo~em por isso entendo e sei do k falas.Uma opção contr um vazio....nada comparáveis
Boa noite. bjs. Luz e paz em teu caminhar

Licínia Quitério disse...

Deixo-te aqui uma flor de Maio por companhia.
Beijos.
Licínia

por um fio disse...

Ah adorei o teu poema! Muito bonito mesmo...
«Quando me senti por um fio
peguei nele e teci-o
Deslumbrada e com amor
vi surgir uma flor.
...»
:):)
Vou guardá-lo!
Obrigada por o teres partilhado comigo.
Beijinhos e uma boa semana!

por um fio disse...

A tmara tem razão...
Estar só não significa necessariamente solidão. Às vezes coincide estarmos sós e sentirmos uma enorme solidão... ou não!
Às vezes é tão bom estar só!
E há ainda algumas vezes em que estamos no meio de muita gente e nos sentimos tão sós!
Mas o mais importante é sentirmo-nos bem na «nossa pele» sozinhos ou acompanhados.
No dia em que fiz aquele comentário estava sozinha e deixei-me avassalar por uma enorme solidão...
Isso acontece às vezes!
Nesses momentos temos que sorrir e escrever mais poema ...
:)
Beijinhos
Ah e o teu poema ficou-me no ouvido... :)

Conceição Paulino disse...

bjs e bom resto do 1º de Maio

por um fio disse...

Pois é, a minha janela está muito vazia, «faz-se» triste...
Mas, se colocarmos lá algumas flores - tal como M. de FOTOESCRITA sugere - já fica mais alegre...

por um fio disse...

:)
Pois é esta janela é fantástica! Liga-nos a novos amigos :)
E a poesia é uma coisa muito bela...Transporta-nos para outros mundos mais vastos, e obriga-nos a sair do nosso mundo «pequenino»...
Boa noite!
PS. Um dia destes - vou fazer uma fotografia para «dedicar» ao teu poema... de acordo? :)

Menina Marota disse...

Gosto de estar só... gosto da solidão dos meus dias...já me habituei...

Um abraço de boa noite ;)

jorgesteves disse...

(foi a companhia que me trouxe até aqui)
Dizia Lord Byron que 'por vezes, na solidão é quando estamos menos sós'...
jorgesteves

por um fio disse...

Olá amiga!
Desculpa só agora responder ao teu comentário. Mas hoje tive um dia muito complicado e acabei agora de chegar a casa. Vim aqui só para te dizer isto. Amanhã de manhã cedo conto poder falar um pouco mais contigo.
Fica bem!
Um beijo
Teresa

Rose disse...

Teresa,
Não consigo viver só,

sou extremamente dependente de gente.

beijos

Unknown disse...

POIS PENSO EXACTAMENTE O MESMO NÃO TENHO MEDO DA SOLIDÃO E CERTAMENTE SERÃO MUITOS MAS NÃO DIREI QUE NÃO TENHO MEDOS.UM BEIJITO

Fata Morgana disse...

Pronto, eu queria ler mais, mas tu não escreveste :))
Gosto deste tom afirmativo e das tuas ideias claras.
Estar só pode mesmo ser o oposto de solidão!

O Poema seguinte, da mulher-peixe, também é muito belo.

Beijos para ti